Logan: não há mais armas no vale.

Vamos tirar do caminho: Logan é o melhor filme de herói que eu já vi. Talvez, possivelmente, O Cavaleiro das Trevas se equipare. Nenhum outro tem a combinação de enredo, atuação e execução para criar uma obra tão bem amarrada quanto esse filme. Ele vai além de ser um bom filme de gênero e chega a…

Fragmentado: A reconstrução de Shyamalan

Dizer que M. Night Shyamalan passava por uma fase ruim é o mesmo que dizer que Jack Reacher 2 é um pouco decepcionante. Shyamalan só dirige filmes horríveis desde Sinais. Ou, se você for muito generoso, desde A Vila. Para ser muito franco, eu fui assistir Fragmentado sem qualquer expectativa. Esperava que seria mais um filme…

Animais Noturnos: vinganças frias e quentes

Tudo na arte de Animais Noturnos me levava a acreditar que seria algo parecido com O Abutre. O cenário noturno, Jake Gyllenhaall, o estilo do pôster… tudo. Não é. É um filme curioso. São duas histórias em uma: a de uma mulher que vive num momento difícil da sua vida e a do livro que…

A Chegada: o melhor filme do ano.

A Chegada é um daqueles filmes que sofre pela incapacidade da máquina Hollywoodiana de promover algo que não se enquadra perfeitamente em seus moldes. O pôster final se prende entre A Guerra dos Mundos de Spielberg e algum filme de guerra genérico, com helicópteros e soldados. Passa a impressão, como os estúdios gostam de fazer, que é um filme…

Snowden: o retorno de Stone

Quando falamos do Oliver Stone, podemos falar de duas coisas: brilhante e instável. É impressionante que o mesmo gênio de Platoon e JFK conseguiu produzir filmes medíocres como Alexandre e Savages. Isso e a participação ativa do próprio Edward Snowden na produção me deixaram com a proverbial pulga atrás da orelha: seria apenas mais um filme oportunista, um…